Sagrada Jurema 

mestres e mestras 

Cidade de Alhandra - Paraiba

Igreja de mestra juremeira Maria do Acais

               Iniciei minha jornada pela casa da mestra juremeira Jardecilha, já passada para o mundo espiritual. Sua filha Nina nos recebeu muito bem, e falou das dificuldades que existe para manter a cidade da jurema que sua mae contruiu, sao treze pés de jurema plantados a muitos anos, alguns com 40 anos. Devido a intolerancia religiosa de alguns segmentos querem cortar alguns pés de jurema que nao estao mais dentro de sua propriedade, mas que faz parte do todo que foi legado pela mestra jardecilha. Felizmente existem movimentos que estao atuando a favor da conservaçao da memoria historica e religiosa da jurema em Alhandra.

 

             Nina ainda nos falou um pouco de sua mae, que aos 5 anos já previa quem ia chegar em sua casa. A familia nao queria tal fardo para sua filha, mas nao foi possivel tirar o dom da menina pois se retirado fosse a menina faleceria. Conforme os relatos de Nina sua filha, naquela epoca existia muita perseguiçao aos juremeiros. Inclusive por major do dia que depois tornou-se mestre juremeiro, hoje um mestre muito cultuado.

            Sua casa é muito visitada, ela recebe a todos com muito carinho.

 

         Nossos agradecimentos a esta pessoa que nao é juremeira, mas que é a unica das filhas de Jardecilha que luta pela memoria de sua mãe.

caminho....  

MESTRES JUREMEIROS DE ALHANDRA

Igrejinha de Maria do Acais

              Acima a igrejinha da Mestra de Maria do Acais, mestra famosa que em vida na terra muito fez de bom. Hoje esta mestra incorpora na médium mãe Severina Maria(foto abaixo) do terreiro Oiá e xango e jurema em Pitimbu. No terreno ao fundo da igrejinha fica o túmulo de Flosculo Guimares que em vida fazia parte do Grupo de Maria do Acais. Atualmente o local esta limpo e conservado graças as pessoas juremeiras e simpatizantes que lutaram para a manutenção e conservaçao da memoria dos mestres juremeiros de Alhandra. No passado devido a intolerancia religiosa de alguns, cortaram todas as arvores de juremas que estavam ao redor da igrejinha.

              Acredito que a força dos mestres permanecerá conservada viva tanto nestes monumentos historicos como no culto à jurema. A juremeira Judith, que também é zeladora de um terreiro ao lado de sua residencia. Ela nos recebeu muito bem e nos mostrou seu terreiro, a casa dos mestres, como tambem nos deu uma muda de Jurema de caboclo, que tenho esperança irá crescer em sao paulo.

              Visitamos a igrejinha de Mestra Maria do Acais, o Tumulo de Flosculo Guimares. Visitamos também o tumulo de Zezinho do Acais, que conforme relato de mãe Severina: Ela estava presente na casa de Maria do Acais, quando ele foi entregar açucar e café no mercadao do Acais, ela viu quando ele saiu e foi atropelado, seus restos mortais forma sepulados na beira da estrada, onde hoje, tem uma capelinha. 

Jose Antonio (Paizé). Dirigente Ciesf.

História da Jurema  

 

capelinha de Zezinho do Acais

Tumulo de Flosculo Guimarães (Atrás da igrejinha de Maria do Acais).

Mãe GIna e NIna

Juremeira Judith  (Alhandra - Paraiba)

Juremeira Mãe Severina (Alhandra - Paraiba)

terreiro de jurema de mestra Jardecilha

Sextas-Feiras a partir das 20:00 horas

Av. Presidente Médice, 2500

Jd. Mutinga - Osasco - SP

 

NOSSO CONTATO

CONTATO@UMBANDACONSCIENTE.COM.BR

whatsapp - 11 - 990136603

  • w-facebook